Rock Progressivo | sexta, 25 de março. 22h

Renaissance & Curved Air

Rock Progressivo | Temporada de 25 de mar a 25 de Mar

Renaissance & Curved Air

Ingressos a partir de
R$140 (meia) ou R$ 280 (inteira)

Sexta,25 de março às 22h
abertura da casa:
2h antes do show

Gênero
Rock Progressivo

Classificação Etária
18 anos

Horários

  • sexta, 25 de março, 22h - Nova Data Comprar

Duas das mais importantes bandas do rock progressivo em uma só noite no Vivo Rio

Renaissance & Curved Air

Após o período difícil pelo qual passamos durante a pandemia, e alguns adiamentos, finalmente Renaissance e Curved Air tocam no Vivo Rio. Após shows esgotados em 2017, o Renaissance volta ao Brasil para celebrar seus 50 anos de carreira e, desta vez, acompanhado do também inglês Curved Air. Ambos apresentarão shows na íntegra e prometem brindar o público com clássicos de seu repertório. Annie Haslam e Sonja Kristina mostrarão porque são consideradas as melhores vozes do Rock Progressivo.

O Renaissance, que surgiu das cinzas de outra lenda do rock, os Yardbirds, celebra mais de quatro décadas de carreira apoiado na voz de cinco oitavas de Annie Haslam e na maestria das composições de Michael Dunford. O grupo mostrará seus clássicos mais reverenciados, como “Song For All Seasons”, “Northern Lights e Sounds of the Sea”, além do aclamado álbum “Symphony of Light”, lançado em 2014, que contém a faixa “Waterfall”, sobre as florestas brasileiras.

Já a Curved Air estreiou em 1970, misturando folk, música eletrônica, fusion e elementos clássicos acompanhados de violino. Lançaram oito álbuns de estúdio, com os três primeiros chegando ao top 20 britânico. O hit “Back Street Luv” (1971) é lembrado até hoje. Stewart Copeland, imortalizado como baterista do Police, foi responsável pelas baquetas da banda entre 1975 e 76, além de ter sido casado com Sonja por 16 anos. É a primeira vez do grupo no Brasil, e a vontade é de fazer um show para os fãs apaixonados pela banda. “Darei ao público tudo que quer ouvir. Desejo que sintam a minha alegria em estar no Brasil pela primeira vez. Minha resposta será fazer um show com tudo que possa fazê-los felizes!”, diz Sonja Kristina sobre o que esperar das apresentações.

A parceria entre estas lendárias bandas do Rock Progressivo é inédita no Brasil, promessa de um evento inesquecível.

sobre

Renaissance

O Renaissance tem uma rica história, que o coloca entre os pioneiros do rock progressivo. Annie Haslam e Michael Dunford, acompanhados de John Tout (teclado), Jon Camp (baixo) e Terry Sullivan (bateria), moldaram o som do grupo pelo conhecimento profundo dos seus instrumentos. O reconhecimento inicial veio pela mistura do progressivo com as influências da música clássica e os arranjos sinfônicos.

O grupo é conhecido como o que melhor utilizou o som de orquestras inteiras em seus álbuns nos primeiros anos. Após excursões pela Europa não demorou para que rádios influentes do rock progressivo americano como a WNEW (Nova York), WMMR (Filadélfia) e WHFS (Washington) mostrassem o som da banda para os Estados Unidos. Em pouco tempo, espaços como o Carnegie Hall em Nova York (com a New York Philharmonic Orchestra) e o Royal Albert Hall em Londres (com The Royal Philharmonic Orchestra e a Royal Chorale Society) abriram as portas para o Renaissance. Em 1978 veio o hit Northern

Lights, até hoje em alta rotação nas rádios. A banda se separou no final dos anos 80 quando Annie Haslam partiu para a carreira solo.

Celebrando os 40 anos da fundação do grupo, em 2009, Michael e Annie recrutaram uma nova formação para excursionar com Rave Tesar (teclado), David J Keyes (baixo), Tom Brislin (teclado) e Frank Pagano (bateria). Em 2014 veio o primeiro álbum em 13 anos, ‘Symphony of Light’. O disco é um tributo às melodias inesquecíveis de Michael Dunford, que faleceu em 2012. ‘Symphony of Light’ começa com a letra inspirada de Annie Haslam na faixa-título sobre a vida de Leonardo da Vinci. O álbum mergulha o ouvinte em sabores sônicos de países distantes, com arranjos orquestrais e letras inusitadas, com direito a convidados como Ian Anderson (Jethro Tull) e John Wetton (Asia/King Crimson/UK).

sobre

Curved Air

Também pioneira do rock progressivo inglês, a banda Curved Air é composta por músicos com diferentes formações. Se tornaram famosos graças aos shows ao vivo e ao termo ‘Art Rock’ que definia seu som: um violino combinado com sintetizadores eletrônicos, uma guitarra mágica e a presença hipnótica da cantora Sonja Kristina. Esta combinação levou o banda da cena alternativa para o topo das paradas no começo dos anos 70.

Ao lado de bandas como o High Tide e East of Eden, foram um dos primeiros grupos a usar um violino elétrico, manuseado de forma inspirada por Darryl Way. Alternando teclado e guitarra, Francis Monkman abriu portas para os vindouros sons eletrônico e ambiente. O ainda baterista do grupo Florian Pilkington Miksa acompanhado do talento artístico do baixo de Chris Harris, fornecia o expressivo pulso rítmico que é a marca registrada da banda.

Lançaram oito álbuns de estúdio e, mesmo sendo inovadores do rock progressivo, se tornaram estrelas do pop com o single “Back Street Luv”, em 1971. A formação atual, com Sonja Kristina, Florian Pilkington-Miksa, Kit Morgan, Chris Harris, Robert Norton e Paul Sax excursiona desde 2009. Em 2012 lançaram um CD/DVD ao vivo ‘Live Atmosphere’ uma coletânea tocada pela formação atual, produzido por Marvin Ayres, incluindo um DVD bônus com momentos ao vivo amparados por uma colagem visual atmosférica.

Uma banda única, sintetizando uma mistura eclética de estilos musicais. Além de Backstreet Luv, outros hits do grupo incluem “It Happened Today”, “Vivaldi” e “Marie Antoinette”. Sonja Kristina lidera uma nova e talentosa formação levando o som do grupo para o público do século 21. Curved Air continua encantando em shows e festivais com sua mistura de temas clássicos, sons eletrônicos, energia do pop/rock e lindas músicas atemporais, tocadas com paixão e extremo virtuosismo.

Sobre

Top Cat Concert Series

As vindas do Renaissance e do Curved Air são parte do Top Cat Concert Series, um projeto que traz ao Brasil shows e eventos internacionais com música de qualidade, dando ênfase ao jazz, blues e rock de todo mundo, procurando agregar o público em todas as suas apresentações. A reunião destas super bandas na América do Sul foi idealizada pelo produtor carioca, Steve Altit, que com mais de 30 anos de experiência, aposta na qualidade musical dos seus eventos. A Noite de Rock Progressivo é o primeiro evento anunciado pela Top Cat para a temporada do Top Cat Concert Series 2020.

O Concert Series foi iniciado em 2017, trazendo grupos como o próprio Renaissance e 10.000 Maniacs, ambos lotando suas apresentações.

Em 2018 e 2019, anos repletos de dificuldades, a Top Cat continuou apostando na qualidade de seus eventos como forma de proporcionar ao público momentos de paz e tranquilidade, buscando integrar gerações apaixonadas pelas canções dos anos 70 e 80 em ambientes confortáveis e seguros. O Top Cat Concert Series trouxe shows inesquecíveis como Steve Hackett (guitarrista do Genesis), PFM – Premiata Forneria Marconi e Carl Palmer ELP Legacy, Tommy e o musical Rumours of Fleetwood Mac. Em 2022, a empresa promete continuar enfrentando as adversidades e brindar o público com shows e eventos internacionais de qualidade.

Comunicado de adiamento

De acordo com a determinação dos Governos Municipal e Estadual, e em linha com as políticas de prevenção da propagação do novo Coronavírus (COVID-19), que visam o bem-estar e a saúde do público, o VIVO RIO informa que o espetáculo “Renaissance & Curved Air”, que aconteceria no dia 26 de março, será adiado para 25 de março de 2022.

Os ingressos comprados serão válidos para a nova data. As mesas continuarão as mesmas.

No momento, não realizaremos reembolsos de valores de ingressos, de acordo com a Lei Nº 14.046, de 24 de agosto de 2020, ficando os ingressos válidos para as novas datas divulgadas.  Leia o texto integral da Lei Nº 14.046 aqui.

00 00 00 00

Shows Presenciais

Agenda Faça seu evento